4 de fevereiro de 2010

Natureba é o Cacete!

Ok, você parou de comer carne. Por alguma razão obscura achou melhor não por mais bichos no seu prato, tudo bem. Imediatamente as pessoas começam a te chamar de Natureba, como se fosse sinônimo de vegetariano. Como se todo vegetariano tivesse obrigação moral de se preocupar com a saúde, usar roupas neo-hippies e acender incensos. Como se qualquer um que não come carne tivesse que ter paciência de escutar alguém tocando Gilberto Gil e Bob Marley no violão na beira da praia abraçado numa árvore, em plena conexão com a natureza. As pessoas não entendem que você virou vegetariano, mas nem por isso deixou alguns dos velhos hábitos.


Alguns de nós fumam (que absurdo, o verdadeiro vegetariano não fuma!), outros bebem (que horror, quer se destruir!), comem açúcar branco (que crime hediondo!) e outros ainda utilizam a famigerada Gordura Vegetal Hidrogenada (Meu deus! isso deve ser punido com seis meses de cadeira elétrica!!!)

Então,

-quando alguém te indicar um novo cereal orgânico que supre tuas necessidades protéicas ou

-te der um endereço de uma nova lojinha de produtos naturais que é “bárbara” ou

-escutar pela milésima vez a frase: “ainda mais você, que é todo(a) natureba”,

berre em alto e bom som: NATUREBA É O CACETE!

10 comentários:

  1. Como assim? Vegetariano nao diz palavrão...

    ResponderExcluir
  2. Pra você ver a que ponto chegamos...

    ResponderExcluir
  3. tem alguem se fazendo passar por mim rs rs esse ultimo anonimo nao fui eu rs rs rs

    ResponderExcluir
  4. Isso é que dá não assinar as mensagens.....

    ResponderExcluir
  5. Tu ainda nao entendeu a poesia da coisa: assim, sem nome, são varias as possibilidades.
    Não me dando um nome, quero ressaltar o que eu digo, nao a personalidade por tras (mesmo de um pseudonimo. Como anonima virou um pseudonimo, , eh bom que tenha aparecido mais de um anonimo. Discutiremos ideias, nao a simpatia do interlocutor. A propria contradicao vai estar liberada, porque nao vamos reconhecem as vozes pra saber se eh coerente ou não.

    Soh uma coisa: eu nao inventei um duplo de mim mesmo, não vou brincar de duas de mim; mas acabei gostando de ter um/uma clone. Quer dizer... vai depender do nivel.

    Mas tambem pode ser um bom exercicio pra se reconhecer estilos. Eu sou muito boa nisso. Incluise, reconheco se quem escreve eh homem ou mulher.

    ResponderExcluir
  6. E o outro anônimo é homem ou mulher?

    ResponderExcluir

Colaboradores